6 de mar de 2011

“Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus"

A Boa Notícia de Jesus Cristo:

.

Mateus 7, 21-27

.

“Nem todo aquele que me diz: Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus, mas sim aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus.” (Mt. 7, 21)

.

Hoje, finalizando o Sermão da Montanha, o Senhor Jesus nos alerta sobre a hipocrisia tão criticada nos fariseus durante todo o seu ministério. O cristão não está livre de ser hipócrita. Pode aparentar justiça e santidade através de atos externos, mas por dentro está podre em pecados. Rezar é bom, receber os sacramentos, especialmente a Eucaristia, é essencial, ajudar ao próximo, tudo isto é excelente. Mas de nada adianta se não fizermos a vontade de Deus, não levarmos uma vida santa, reconhecermo-nos míseras criaturas diante do Pai celeste, conformando-nos a Sua vontade, resignando-nos quando preciso. Não é fácil, posto que nossa tendência ao orgulho e à nossa satisfação pessoal nos impede de pedir sinceramente para que seja feita a vontade de Deus e não a nossa.
.
Outro aspecto sobre o qual devemos refletir diante do Evangelho deste domingo é o que vemos hoje: a difusão de igrejas com atitudes exatamente como Jesus precaveu (quem tem ouvidos para ouvir, ouça!): orações e louvores “fervorosos”, pregadores e cantores “ungidos”, músicas “inspiradas” e templos lotados, expulsão de demônios, curas, milagres, cadeiras de rodas erguidas durante o culto, muletas jogadas ao longe, ministros afirmando que Deus está presente na sua igreja e – principalmente, frise-se – em seu ministério, graças a todos estes “sinais”.
.
Porém, a pregação e os milagres são obras santas quando acontece na Verdade, quando acontece na Casa construída sobre a rocha: a una, santa, católica e apostólica Igreja de Cristo, onde as tempestades, as enchentes e furacões não podem abalá-la! Se sinais – os verdadeiros, já que muitos embustes acontecem em certas igrejas que bem conhecemos pela TV – acontecem onde reina a mentira, as heresias, é para que conheçam a bondade de Deus e com o coração sincero procurem a plena verdade na Igreja Católica.
.
Caso contrário, muitos podem correr em vão, enganados e enganando, pensando que estão fazendo a vontade de Deus e acabar ouvindo as palavras de Cristo no dia do Juízo: “Nunca vos reconheci [como meus verdadeiros ministros e fiéis]. Retirai-vos de Mim, operários maus!”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário