8 de jul de 2010

Comprovado: polvo entende mais de futebol do que lula

Afinal, do que o Lula entende? Após gafes nas mais diversas áreas, de Geografia à Física, passando por português, relações internacionais, História, mostrou hoje, pra variar, que também não entende de futebol (sem referência, é claro, ao fato de o presidente ser corintiano). Durante o lançamento da logomarca da Copa do Mundo de 2014 que será realizada no Brasil - isso se houver tempo, dinheiro e esforços monumentais para investir na infraestrutura do país, área que esteve completamente abandonada nestes oito anos de governo Lula - mostrou todo o seu (des)conhecimento sobre o esporte nacional. Falando de improviso - este é o momento das gafes do presidente, como, por exemplo, ao tentar explicar a gravidade da poluição para o planeta (Veja aqui) - aos espectadores do evento, mais diretamente aos jogadores presentes:
.
Ao falar de Romário, observou: "Se você fosse titular em 1990 com o Bebeto a gente seria campeão". A frase pode sugerir que Bebeto era titular na ocasião, quando na verdade o ataque de 90 era formado por Muller e Careca.
.
Instantes depois, Lula lembrou da eliminação do Brasil diante da França, em 1986, que teve Michel Platini com protagonista. O presidente lamentou um suposto gol de pênalti do ex-jogador, que na verdade não ocorreu. Na disputa que definiu a queda do time de Telê Santana, Platini perdeu sua cobrança. Platini marcou o gol da França durante a partida, que terminou empatada em 1 a 1.
.
O último equívoco aconteceu com Franz Beckenbauer. Primeiro, Lula disse: "Depois de mim e do Pelé, foi o melhor jogador que vi jogar". Em seguida, lembrou da atuação do alemão com um dos braços enfaixados na semifinal de 1970, contra a Itália, mas se atrapalhou e disse que o incidente teria acontecido na Copa de 1966.
(Fonte:
http://copadomundo.uol.com.br/2010/ ultimas-noticias/2010/07/08/lula-comete-gafes-futebolisticas-em-discurso-sobre-a-copa-de-2014.jhtm)
.
Paul, o polvo-vidente do aquário na Alemanha sabe mais de futebol do que nosso presidente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário