24 de ago de 2011

Se isto é estar na pior...




Nesse verão, muitos jovens decidiram fazer algo diferente. Decidiram ficar em sua Casa, a Igreja e se reuniram na Europa, na Espanha. Dividiram suas vidas, seus anseios e esperanças entre si e com o Papa. Enfrentaram o calor e a chuva e mergulharam no amor de Deus.


Quase dois milhões de jovens (de todas as idades) se encontraram com o Papa Bento XVI na Jornada Mundial da Juventude 2011, em Madrid, entre 16 e 21 de agosto. A JMJ 2011 em um país cujo governo socialista de Zapatero (que reflete, em modo geral, a governança da Europa) facilitou o aborto para adolescentes, aprovou o casamento entre homossexuais, está a um passo da eutanásia, afundou a economia espanhola e a agenda laicista impõe dificuldades para a Igreja na Espanha, foi um espetacular sucesso que poucos veículos da mídia e analistas de plantão poderiam apostar. Mais uma vez, contra todas as espectativas, assim como na visita aos EUA e ao Reino Unido, o Papa Bento XVI saiu vitorioso e com ele, a Igreja.


E tem gente dizendo que a Igreja está na pior. Se isto é estar na pior... PORRA, o que quer dizer tá bem, né?



Nenhum comentário:

Postar um comentário